domingo, 27 de maio de 2012

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Primeira Página

Feira Medieval

Feira Medieval 2012
Castelo de Penela
Penela nos tempos de El Rei D. Diniz e do Infante D. Afonso


Sábado: 26 de maio
12H00
– Auto de Abertura do mercado com folguedos ao som de Bombos e Gaitas de Foles
12H30 – Leitura da Carta Régia de El Rei D. Diniz com Mercê ao Concelho
13H00 – Abertura das pipas com Festim Farto na Taberna do Infante
14H00 – Melodias e Trovas com Menestréis e Trovadores
14H30 – Visita do Meirinho e Almotacem às tendas, acompanhado pelas Milícias
15H00 – Traquinices com petizes e Demanda de Tesouros
15H30 – Seminário «Senhores de Penela em Tempos Antigos», pelo Doutor Saul Gomes
Centro Estudos História Local e Regional Salvador Dias Arnaut
16H00 – Danças mouriscas e a arte do encantador de serpentes
16H30 – Anúncio do nascimento do Infante Afonso e busca de amas-de-leite
17H00 – Recrutamento de moços para as guerras com Castela
17H30 – Recriação Histórica - Teatro «Caspirro»
19H00 – Provas de destreza com béstas e arco para formação do Corpo de Besteiros
19H30 – Saltimbancos e Jograis
20H00 – Repasto com petiscos fartos e beberes frescos
20H30 – Bailias e folias, danças e arremedos dos Truões e Saltimbancos
21H30 – Recrutamento das amas-de-leite e a escolha de Sancha Pires
22H00 – Festejos e louvores com as vozes sacras “Labor Omnia Vincit”
23H00 – Assalto ao Castelo
24H00 – Folguedos dos Malabares de fogo grego pelos truões
01H00 – Ronda dos Beleguins para encerramento da festa e pernoita dos Viandantes

Domingo: 27 de maio
12h00
– Recomeço dos Folguedos com a leitura da Carta de Feira e Bênção do Mercado,
12H30 – Recomendações aos Mesteirais e confissão a penitentes
13H00 – Manjares e Beberagens com sabores de antanho na Taberna do Infante
14H00 – Melodias e Trovas com Menestréis e Trovadores
14H30 – El Rei D. Diniz manda fixar residência em Penela ao Infante D. Afonso
15H00 – Cortejo Régio para recebimento do emissário do Rei de Castela
15H30 – Leitura dos termos do Tratado de Alcanizes e anúncio de obras nas muralhas
16H00 – Traquinices com petizes e Demanda de Tesouros
16H30 – D. Diniz surpreende a Rainha D. Isabel a distribuir pão aos pobres
17H00 – Comeres tradicionais e beberes de mão-cheia
17H30 – Contratação dos esponsais entre D. Beatriz de Castela e D. Afonso de Portugal
18h00 – Bailias, folias e danças, saltimbancos e malabaristas.
18H30 – Agasalho e lava-pés aos peregrinos de Santiago
19h00 – Autos de encerramento dos Folguedos com Jograis
20h00 – Selagem régia das pipas

Encontro de Motorizadas

História de Caspirro

Festa em Santo Amaro

Seminário Permanente

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Penela na BIT'12

O presidente António Alves integrou a comitiva da Associação Terras de Sicó à Bolsa de Inovação e Turismo - BIT'12. O Região do Castelo também foi.

IDEALMED já funciona

A IDEALMED - Unidade Hospitalar de Coimbra (UHC) já está em funcionamento. O Região do Castelo foi à inauguração.

Mário Mata revisitado

O Restaurante Dom Sesnando encheu para ouvir Mário Mata. O Região do Castelo esteve lá.

3 perguntas a... António Alves

Em resposta às 3 perguntas do Região do Castelo, o presidente da Câmara Municipal de Penela dá a sua opinião sobre o valor de 5% de IMI retido pelo Governo.

Convívio de gerações

Em conversa com o Região do Castelo, José Gomes dos Santos fala sobre o XXVIII Convívio da Associação da Casa do Concelho de Penela em Lisboa e faz votos para que constitua um verdadeiro encontro de gerações.

Aplausos para Penela

O Choral Polyphonico João Rodrigues de Deus recolheu aplausos no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. Saiba mais no Região do Castelo desta semana.

História de Caspirro

A História de Caspirro vai ser contada no Castelo de Penela. O Região do Castelo assistiu ao ensaio.

Exposição de João Pocinho

O Dia Internacional dos Museus, 18 de maio, foi assinalado no Museu da Villa Romana do Rabaçal, com a inauguração de uma exposição de desenhos da autoria de João Pocinho. O Região do Castelo esteve lá.

Fernanda Filipe em entrevista

Em entrevista concedida ao Região do Castelo, Fernanda Filipa, presidente da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Infante de D. Pedro, aborda diversos temas relacionados com o processo de ensino e aprendizagem.

Make it!

A Conferência Teen Empreendedorismo, intitulada Make It!, quis passar a mensagem de que “ser empreendedor é gostar do que se faz e não ter medo de arriscar”. O Região do Castelo assistiu.

Jantar Vínico (parte II)

A segunda parte do Jantar Vínico, organizado por Carlos Zuzarte, deu a conhecer os vinhos de mais quatro produtores da região. O Região do Castelo esteve lá.

Época memorável!

Em Coimbra, com apoio dos adeptos, o Penelense juntou a conquista da Taça AFC ao título da Divisão de Honra e à subida de divisão. Reportagem na edição n.º 88 do Região do Castelo.

Rota das Aldeias

No périplo que está a fazer pelo concelho de Penela, a reportagem do Região do Castelo visitou esta semana duas aldeias da freguesia da Cumieira: Ribeirinho e Gagos.

Opinião

No Região do Castelo desta semana leia artigos temáticos e de opinião assinados por João Horta, Pedro Mendes, Joana Dias, Luís Santarino, Palmira Pedro, José Carlos Reis, Rosa Alves Luís, Mário Nunes, Manuel Augusto Dias, Adriano Júlio, António Arnaut e Iolanda Chaves.

A Nossa Gente

Um homem rico em amigos. É desta forma que se define Abílio José Rosa, convidado central da rubrica A Nossa Gente do Região do Castelo desta semana.

terça-feira, 15 de maio de 2012

domingo, 13 de maio de 2012

Dobradinha!

A Taça é do Penelense! A equipa de Jorge Duarte venceu esta tarde "Os Águias", por 4-1, na final da Taça AFC, e juntou este troféu ao título da Divisão de Honra e à subida à 3.ª Divisão nacional, feitos já anteriormente garantidos. 
Uma época de sonho! PARABÉNS! 


Saiba mais aqui.

sábado, 12 de maio de 2012

Vai Tudo!

Penela e o Penelense preparam adesão maciça à Final da Taça AFC (domingo, às 16 horas, no Estádio Sérgio Conceição, em Taveiro-Coimbra). 
Saiba mais aqui.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

terça-feira, 8 de maio de 2012

Cumieira Racing

Primeira Página

Editorial


É impossível não concordar…

Como era esperado, o discurso de António Arnaut foi o momento alto do Almoço de Homenagem realizado no passado dia 21 de abril. Tirando a reflexão ideológica de mais estado ou menos estado, que continua a dividir a esquerda e a direita, é impossível não concordar com as contundentes palavras do Dr. António Arnaut – e injusto não enaltecer o facto de continuar a resistir e a lutar, ao contrário de tantos outros que, com o tempo, se foram passando para o lado do “sistema”. É impossível não concordar que há “injustiças evitáveis, desigualdades gritantes, corrupção à solta e especuladores impunes”; é impossível não concordar que “Portugal está capturado por grandes e pequenos interesses e a caminhar insensatamente para o precipício”; é impossível não concordar que “precisamos de mais seriedade política”; é impossível não concordar que “há desânimo, medo e fome no rosto amargurado de muitos portugueses”; é impossível não concordar que “é preciso fazer brilhar o Sol com que se escreve a palavra solidariedade”.
Estamos certos que, à esquerda ou à direita, qualquer político que “sente e não mente” concordará que Portugal deve urgentemente encontrar um novo rumo, mais justo e solidário. Porque não o faz então? Porque persistem as injustiças e as desigualdades? Porque há cada vez menos ricos e cada vez mais pobres? Porquê? Aparentemente porque os partidos e as pessoas que os integram se transfiguram quando passam da oposição ao poder. Acontece com uns; acontece com outros. Aconteceu com o Partido Socialista de José Sócrates (quem não se lembra dos 150 mil empregos?); acontece agora com o Partido Social Democrata de Pedro Passos Coelho (quem não se lembra das propostas de solução dos problemas que apresentou na campanha e pré-campanha?).
Ouvimos, na SIC Notícias, a entrevista concedida pelo Ministro das Finanças a Nuno Rogeiro e Martim Cabral. Não se duvida da preparação e dos conhecimentos técnicos de Vítor Gaspar. Mas ao ouvi-lo bater na tecla da austeridade surgem diversas questões: saberá que há pessoas? Saberá que há jovens com o futuro adiado? Saberá que há idosos com a vida perdida? Saberá que há (cada vez mais) portugueses sem emprego? Saberá que há pais sem pão para os filhos? Saberá que há portugueses a ficar sem lar? E mais: porque não demonstra Vítor Gaspar (e Pedro Passos Coelho) a mesma firmeza para com os poderosos do costume? Porque não põe os bancos “na ordem”? Porque não acaba com os escandalosos contratos das PPP? Porque não diminui as rendas empresariais?
A este propósito disse em entrevista ao Sol o presidente do Tribunal Constitucional, Rui Moura Ramos, que "os contratos em PPP e as rendas empresariais não são intocáveis, como não o foram os direitos individuais". Aguardemos…         

António José Ferreira

Cavaco Silva visitou Penela

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, realizou uma visita oficial ao concelho Penela. Mais informações no Região do Castelo desta semana.

Carlos Courelas em entrevista

No Região do Castelo desta semana leia uma entrevista concedida por Carlos Courelas, presidente do Conselho Geral e de Supervisão da Caixa Central do Crédito Agrícola.

25 de abril

As instalações do CISED acolheram as comemorações oficiais do 25 de abril. O Região do Castelo esteve lá.

Mercado do Queijo e dos Romanos

Apesar da chuva, o Mercado do Queijo e dos Romanos atraiu muitos visitantes ao Rabaçal. O Região do Castelo esteve lá.

Cerejeiras no Ontem

O evento Cerejeiras no Ontem, organizado por Tânia Mendes, levou 300 visitantes à aldeia das Cerejeiras. Saiba mais no jornal Região do Castelo.

Economia Social

Um colóquio organizado pela Cercipenela debateu a Economia Social. Saiba mais no Região do Castelo desta semana.

Professora Luísa homenageada

Alunos da antiga Escola primária de São Sebastião homenagearam a Professora Luísa. Saiba mais no Região do Castelo desta semana.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Empreendedores por um dia

Alunos de Penela foram Empreendedores Por Um Dia. Saiba mais no Região do Castelo desta semana.

3 perguntas a... Eduardo Silva

Eduardo Silva, aluno da ETP Sicó-Penela, respondeu às 3 perguntas do Região do Castelo perspetivando a participação na final nacional do concurso "Ambiente à Prova".

XV Semana Aberta

A ETP Sicó Avelar abriu portas à comunidade no decorrer da XV edição da Semana Aberta. Reportagem na 87.ª edição do jornal Região do Castelo

Bronze para João Pimentel

O aluno João Pimentel, do Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro, ganhou a medalha de bronze na 30.ª edição das Olimpíadas da Matemática. Mais informação no Região do Castelo desta semana.

Homenagem a António Arnaut

António Arnaut foi homenageado em Penela por cerca de 500 pessoas. Saiba tudo no Região do Castelo desta semana.

Dia de fé e devoção

O Dia Catequístico Diocesano trouxe centenas de pessoas a Penela. Leia no Região do Castelo a reportagem de Marta Domingues, "jornalista convidada" da edição desta semana. 

Opinião!

No Região do Castelo desta semana leia artigos temáticos e de opinião assinados por Renato França, Álvaro Mendes, Carlos Varandas, João Lopes, Palmira Pedro, Helena Rodrigues, Manuel Augusto Dias e Adriano Júlio

Joaquim Horta em entrevista

Joaquim Horta quer mais e melhor desporto no concelho de Penela. Leia a entrevista que concedeu ao jornal Região do Castelo.

Jorge Duarte quer a vitória!

Em declarações ao Região do Castelo, o treinador Jorge Duarte lembra que não há vencedores antecipados mas deixa claro que a sua equipa quer a vitória na final da Taça AFC. Venha a "dobradinha"!

Festa!

A Direção do Penelense preparou uma festa de consagração ao grupo de trabalho que conquistou o título da Divisão de Honra da AFC e garantiu a subida aos "Nacionais". Veja as imagens no Região do Castelo desta semana.

A Nossa Gente

Maria Amélia nasceu no Casal d'Além no dia 28 de agosto de 1934. É a convidada da rubrica A Nossa Gente do Região do Castelo desta semana. 

Foto da Quinzena

domingo, 6 de maio de 2012

MÃE

Saudade é amar um passado, sempre presente
Lembrar a nossa Mãe que partiu para sempre
Que nos deu a vida e nos fez crescer.
Saudade é olhar o infinito
E em nossa alma sufocar o grito,
De jamais lhe podermos dizer
Amo-te Mãe!
Maio. Dou-te uma flor que vais aceitar
E quando na jarrinha a for colocar
Dir-te-ei de novo
Amo-te Mãe!
E se o desperdício da vida está no amor que não demos
Vem depois o arrependimento,
Daquilo que não fizemos!
Junto com o sofrimento
Quando já tudo perdemos!
E tão poucas vezes dissemos!
Amo-te Mãe. E ao Pai também…
Perdi-vos mas continuarei a amar-vos

                                                            Palmira Pedro